In This Section      
 

O que é o Zika vírus?

Zika vírus é similar à denguefebre amarela e vírus do Nilo Ocidental.

Transportado pelo mosquito infectado do Aedes aegypti, o Zika é amplamente transmitido através da picada dele, mas também pode ocorrer através de infecção intrauterina.

Se uma mulher for picada por um mosquito infectado e ficar infectada, o Zika pode atravessar a placenta e infectar o feto. 

Enquanto qualquer pessoa pode contrair Zika, mulheres grávidas correm maior risco devido à potencial microcefalia fetal e outras anomalias neurológicas.

Pode ocorrer transmissão via relação sexual. A transmissão tem sido predominante percebida de homens infectados para suas parceiras do sexo feminino durante a relação sexual vaginal. Além disso, um homem pode infectar outro homem ou uma mulher através da relação sexual anal.

Os sintomas deste vírus geralmente são leves, com febre, erupções cutâneas e dores nas articulações.

Para informações mais detalhadas sobre o Zika vírus, incluindo os sintomas, diagnósticos e prevenções, visite a Johns Hopkins Health Library.

Dra. Lisa Maragakis discute sobre o Zika Vírus

Com o Zika vírus emergindo como uma preocupação mundial de saúde pública, os especialistas do Hospital Johns Hopkins estão monitorando de perto a propagação do mosquito transmissor da doença e oferecendo informações úteis para ajudar a prevenir a transmissão. A especialista de doença infecciosa, Dra. Lisa Maragakis discute sobre o vírus, preocupada com as gestantes e o atual estado das vacinas.

Fatos principais sobre o Zika Vírus

  • O Zika vírus foi reportado pela primeira vez em Uganda, em 1947, mas nenhum surto de Zika vírus não havia sido reportado nas Américas até 2015.

  • Os sintomas do Zika são na maioria leves, onde somente um em cada cinco indivíduos infectados apresentam qualquer sinal da doença. A hospitalização é rara com esta infecção.

  • O Zika pode ser diagnosticado através de exame de sangue.

  • Os Centros de Controle e Prevenção da Doença mantêm uma lista atualizada dos países onde o surto de Zika aconteceu. Mulheres grávidas devem falar com seu ginecologista/obstetra se elas podem viajar para uma área afetada, bem como tomar precauções para se prevenir contra as picadas do mosquito.

  • Ainda não há vacina disponível ou tratamento antiviral para o Zika.

Recursos adicionais

Os Centros de Controle e Prevenção de Doença atualiza regularmente a lista de países infectadis pelo Zika vírus, bem como instruções preventivas.